Posts Tagged ‘ Meio Ambiente ’

Planeta Foco – 01 | 07 | 2011

  • Por Cesar Pedrotti

Redação Central 30 jun (EFE).- O animal mais barulhento da Terra em proporção ao seu tamanho é simplesmente um inseto aquático que mede apenas 2 milímetros e é conhecido por usar seu pênis (Eu disse: PÊNIS galera … risos) como instrumento musical para atrair as fêmeas. A potência do “canto” chega a até 99,2 decibéis, equivalente ao som de uma orquestra assistida na primeira fileira.

O cara é fera! Imagina se essa moda pega?

Cientistas do Museu Nacional de História Natural de Paris e da Universidade escocesa de Strathclyde conseguiram gravar e medir pela primeira vez com microfones debaixo da água o som produzido pelo “Micronecta scholtzi”, um percevejo aquático, enquanto esfregava seu pênis contra o abdômen, em processo conhecido como estridulação.

“Apesar de que 99% do som se perde ao passar da água para o ar, o canto é tão intenso que uma pessoa que anda pela margem pode de fato ouvir essas pequenas criaturas cantando do fundo do rio”, assinala em uma nota o biólogo James Windmill, da Universidade de Strathclyde.

A pesquisa, publicada na revista “PLoS One”, será apresentada neste sábado na conferência anual da Sociedade para a Biologia Experimental realizada entre 1 e 4 de julho em Glasgow (Escócia).

Segundo Windmill, é um mistério como estes insetos conseguem fazer tanto barulho, já que só utilizam uma zona de 50 micrómetros – da largura de um cabelo humano – para a estridulação.
Interessante, não?

                              Doce ou Travessuras (2011) – Todos os Direitos Reservados ®

 

 

Planeta Foco – 29|06|2011

  •  Por Cesar Pedrotti
Aplausos para a CNBB…

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) emitiu, nesta sexta-feira (17), uma nota na qual manifesta preocupação com os sobre os atos de violência na região amazônica. A Declaração foi feita durante a reunião do Conselho Permanente da CNBB, em Brasília, desde o dia 15.

Na nota, assinada pela presidência da entidade, os bispos denunciam inúmeros casos de violência e mortes ocorridos no norte do País, atingindo os pequenos agricultores, povos originários da floresta e quilombolas.

“Os fatos são de tal gravidade que exigem a apuração imediata com a conseqüente punição dos culpados, bem como a proteção a todas as lideranças camponesas ameaçadas de morte, para que haja justiça em nosso país. A fidelidade a Nosso Senhor Jesus Cristo, que veio ao mundo para que todos tivessem vida em abundância (cf. Jo. 10,10) nos impele à presente denúncia”, destaca a nota. O episcopado também manifestou sua solidariedade para com as famílias enlutadas.
                                  Doce ou Travessuras (2011) – Todos os Direitos Reservados ®