Archive for the ‘ Política ’ Category

Brasil Travesso – 08/07/2011

  •  Por Cesar Pedrotti

QUE PAÍS É ESSE?


…Já dizia a música da legião urbana…

Estamos em um país emergente não só na economia, mas também em assuntos culturais e sociais… Aliás, nunca deixamos de ser e estar.

Desde os primórdios coloniais, nosso Brasil (Se é que podemos chamar de nosso) vem sendo assolado pela alta corte portuguesa juntamente de seus grotescos costumes, onde eles eram a representação de Deus e principalmente de seu poder sobre os demais. Eles mandavam e desmandavam perante a população, principalmente escrava e indígena. Eles eram os detentores de toda sabedoria e juntamente disso podiam se classificar como uma ‘raça’ superior dos outros.

Por incrível que pareça, ainda existem restos de sangue com esses genes espalhados por ai…

Os grandes ‘’Pitbulls’’, ‘’playboys’’ dentre outro, que são formadores de grandes grupos de extermínio de sua própria espécie, ainda estão e pé, barbarizando a sociedade com tamanha violência sem demonstrar nenhum tipo de afeto e escrúpulo perante aos grupos referentes à opção sexual, aos grupos religiosos e segregados da sociedade no geral.

E esse ‘hoje não mais: caro’ deputado Jair Bolsonaro (PP – RJ) ~||gravem bem esse nome E partido político|| faz parte desses grupos de extermínio. Confesso: Não sei em qual classe ele pode se encaixar: pitbulls, playboys, racistas… Aliás, acho que ele é um combo; tudo isso em um só.

Não é possível que hoje, pleno séc XXI ainda tenhamos personagens em nossa sociedade com tamanha intolerância perante aos nossos irmãos homossexuais, candomblecistas, negros, brancos, índios, enfim: com qualquer tipo de grupo social. Tudo bem, ninguém quer que ele e os demais aceitem, se misture etc… Cada um tem sua opção, sua visão perante as coisas e seu modo de vida. Mas isso não da o direito de agredir, ofender, desmoralizar o outro, concordam?

Estamos falando de gente, estamos falando de animais racionais. Não se trata de um leão defendendo sua prole… Se trata de um animal aparentemente racional querendo dar uma de Hitler exterminando aos poucos da sociedade, os homossexuais, como se fossem bichos, DOENTES, anômalos, desgraçados, destruidores de família…

O mais triste é reconhecermos que não estamos em um filme de ficção cientifica, nem muito menos terror… É a vida real!

Esse senhor (o qual não podemos desrespeitar se não podemos ser punidos, o inverso dele, que marginaliza pessoas dignas da sociedade e continua impune) está passando de TODOS os limites.

Não é possível que não tenhamos um presidente, um representante da justiça (a qual é cega) para dar um ‘’stop’’ nesse animal geneticamente racional. A população está cansada de ser responsável pelo erro alheio, a população hoje assume deixar cada um ter sua opção e segui-la da forma que quiser.

A última desse senhor (se preparem pra ler isso pois é tenebroso ) foi:

Vai propor um projeto de lei que garanta que a pessoa que necessitar de transfusão de sangue possa optar por receber apenas sangue doado por um heterossexual. Segundo o deputado, homossexuais correm risco de ter o vírus HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis 17 vezes a mais que heterossexuais, e isso justificaria sua proposta. Ainda segundo Bolsonaro, esse é um dado do próprio Ministério da Saúde, que recentemente flexibilizou a doação de sangue para homossexuais. Até então, homossexuais eram proibidos de doar sangue. A partir do mês de junho último, o Ministério da Saúde lançou novas regras para a doação de sangue e garantiu que o homem homossexual possa doar sangue desde que tenha parceiro fixo ou que não tenha feito sexo nos últimos doze meses.

O deputado Bolsonaro afirma que o sangue doado é “todo misturado” e que, portanto, o receptor deve saber se está recebendo sangue gay ou heterossexual.

A proposta ainda não foi apresentada na Câmara.

Agora eu deixo com vocês, reflitam!

                                                                                 Doce ou Travessuras (2011) – Todos os Direitos Reservados ®


Anúncios

Brasil Travesso – 26|06|2011

  •  Por Cesar Pedrotti

Titica

RIO – O deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva (PR-SP), o Tiririca, foi selecionado para aparecer nas propagandas partidárias de seu partido, que já começaram a ser exibidas em rede nacional de televisão.

Em um recente vídeo de 30 segundos, o mesmo vestido com o traje de seu personagem tristemente para a política brasileira dia que, graças ao PR (seu partido atual), já está aprendendo o que faz um deputado federal.

É o fim dos tempos leitores! Que vergonha BRASIL

A frase é simplesmente uma referência à esdruxula campanha quando tiririca dizia aos eleitores que não sabia qual era a função para a qual estava se candidatando (Dep. F)e que contaria depois de eleito, o que fazem aqueles que trabalham na Câmara.

De certa forma, com a eleição dessa figura podemos dizer que estamos nas mãos de eleitores incrédulos e sem uma menor esperança em dar um voto de credibilidade perante a limpeza politica brasileira. Podemos nos sentir no período colonial onde a coroa portuguesa não queria que os demasiados obtivessem informação, conhecimento, educação. Para que assim, os mesmos não tivessem uma capacidade intelectual potente, capaz de debater e não aceitar a subordinação.

Essa grande confusão de palco exercida pelo senhor deputado federal ‘’tiririca’’ não é culpa somente do sistema atual, é uma obra centenária… A diferença, é que nos períodos da idade média o bobo da corte divertia as autoridades; não fazia parte delas.

                                  Doce ou Travessuras (2011) – Todos os Direitos Reservados ®


Brasil Travesso – 03/01/2010

Por Cesar Pedrotti

Nossas cédulas mudaram leitores…

A nova família do real, anunciada hoje pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, e pelo presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, terá cédulas de tamanhos diferentes, conforme o valor de face da nota.

As novas cédulas conterão itens de segurança mais sofisticados e layout mais atraente, com destaque para as de R$ 50 e de R$ 100, que terão as atuais figuras de animais na horizontal e em imagem tridimensional.

O objetivo é reduzir o risco de falsificação, nos casos em que cédulas de menor valor são “lavadas” em processos químicos e reimpressas com valor maior.

Será que o povo brasileiro se acostumará?

Oque acharam leitores?

→Doce ou Travessuras (2009) – Todos os Direitos Reservados ®